Antes ainda

Antes daquele compacto duplo com capa esquisita que falei no post “Começo de tudo”.

Magro fala dessa pré-história do MPB4 no livro. Não resisto – compartilho um trechinho!

“Ainda em 1963, Miltinho me convidou para conhecer o Trio do CPC (Centro Popular de Cultura de Niterói – um braço do CPC da UNE, liderado pelo ator Carlos Vereza). O trio era responsável pela parte musical nas atividades políticas do CPC de Niterói. Como sempre fui apaixonado por conjuntos vocais, logo de cara pedi para entrar no grupo. Fui aceito. Assim se formou o Quarteto do CPC.

Ao mesmo tempo, Miltinho começou a agitar musicalmente o DA (Diretório Acadêmico) da faculdade, criando as Noites da Música Popular Brasileira. Precisando de um conjunto instrumental para acompanhar e tocar nessas noites, me propôs que formássemos grupo. Convidei, então, do conjunto Praia Grande, o contrabaixista Geraldo, o baterista Fernando Maluco, e consegui um Vibrafone, que me foi emprestado pelo meu chefe Haroldo. O conjunto se completou com Miltinho no violão e Paulinho Machado, o Paulinho Vedete, no piano.
Como eram Noites da Música Popular Brasileira, nada mais natural que o conjunto fosse então batizado como… M.P.B.5.”

O resto da história… depois!

Mas deixo aqui uma foto daquelas que só no arquivo das mães é possível encontrar: Miltinho e Magro na II Noite da Música Popular Brasileira. Reparem, Magro nem barba tinha!

MTW

Anúncios
Esse post foi publicado em Histórias MPB4 e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s